Reajuste no vale-alimentação

Ter, 28 de Outubro de 2014 14:21 0 COMMENTS
Imprimir

Trabalhadores da Hemominas e da ESP recebem aumento acordado com o Sind-Saúde/MG e o retroativo

vale-refeição

O reajuste do vale-alimentação, que passa de R$10,00 para R$15,00, na Fundação Hemominas e na Escola de Saúde Pública (ESP) começa a ser pago aos servidores com reajuste. O aumento faz parte das negociações com o Sind-Saúde/MG e é retroativo a outubro. A reivindicação era para que o valor fosse equiparado ao praticado na Secretaria de Saúde e Unomintes. Na ESP a informação é que os servidores já receberam o reajuste com o retroativo. Já na Hemominas o comunicado informal é que o pagamento deve aparecer no próximo contracheque.   

Este reajuste é uma das poucas reivindicações atendidas pelo governo neste ano. A falta de negociação com o atual governo joga para os próximos anos as principais bandeiras dos trabalhadores que nunca tiveram atenção nestes anos de governo tucano.

Reajuste dos salários

Sem abrir espaço para contraproposta e dialogo, o governo apresentou no Comitê de Negociação Sindical (CONES) a proposta de 6,5% de reajuste para janeiro de 2015. A proposta do governo descumpre a data-base que acontece outubro. A reunião do CONES que anunciou o percentual de reajuste aconteceu no dia 25 de setembro, há menos de 10 dias da eleição, mas até hoje o governo não enviou nenhuma proposta para a Assembleia Legislativa (ALMG).

O Sind-Saúde/MG cobra o envio da proposta para o legislativo, pois irá lutar e intermediar com os parlamentares o cumprimento da data-base, com retroativo à outubro de 2014 e o aumento do índice proposto pelo atual governo. Não podemos aceitar reajuste zero em 2014.