Situação de Emergência

Qua, 24 de Abril de 2019 15:28 0 COMMENTS
Imprimir

Mobilização de trabalhadoras da Enfermagem garante a autorização de

plantão estratégico para plano de contingenciamento para dengue

Foto 2 HJK plantão da dengue

O governo de Minas, em publicação no Diário Oficial de ontem (23/04), decretou situação de Emergência na saúde pública em virtude da epidemia de dengue no Estado pelos próximos 120 dias. Com a medida, o governo poderá destinar recursos financeiros e humanos para conter a doença e fazer o atendimento à população.

Para cumprir com a demanda de serviço, a Fhemig autorizou que o plantão estratégico seja utilizado para reforçar pessoal nas categorias de médico, profissional de enfermagem e técnico de patologia clínica nas unidades: Hospital Julia Kubistchek (HJK), Hospital Infantil João Paulo II (HIJPII), Casa de Saúde Santa Isabel (CSSI) e CTI do Hospital João XXIII (HJXXIII). A informação foi dada ao Sind-Saúde na tarde desta terça, após uma rodada de reuniões anteriores e confirmada por ofício enviado à entidade.

Antes dessa reunião, o sindicato foi acionado pelos trabalhadores da Unidade de Emergência, às vésperas do feriadão da Semana Santa, inconformados com a falta de um plano para enfrentamento da arbovirose como ocorreu em anos anteriores. A partir daí, numa movimentação rápida, marcada por reunião junto à direção do HJK e assembleia de trabalhadores, discutiu-se a necessidade de ampliação do plantão estratégico e dimensionamento dos servidores para oferecer atendimento digno aos usuários e minimizar a superlotação da unidade.

Além disso, diante da inércia da gerência da Unidade de Emergência, os trabalhadores colocaram-se à disposição para conformarem estruturalmente a unidade e iniciar o posto avançado de atendimento de dengue. Em apenas dois dias, os trabalhadores juntamente com os representantes do Sindicato mostraram sua capacidade de resolução de problemas e busca por soluções.

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES/MG), já foram registrados 140.754 casos prováveis de dengue, entre confirmados e suspeitos, até o momento. A região metropolitana de Belo Horizonte é uma das áreas com maior índice da doença.

No retorno do feriado, o Sind-Saúde levou vários trabalhadores que foram recebidos prontamente pela diretora de gestão de pessoas, Alice Guelber, para discutir a resolução no nível da gestão central. Uma série de encaminhamentos foram propostos por esta diretoria sendo possível iniciar a implementação do plano para enfrentamento da dengue em unidades que atendem à urgência e emergência na rede Fhemig, com foco nos hospitais de Belo Horizonte e região metropolitana.

Hospital Júlia Kubitschek
A sobrecarga de trabalho no Hospital Júlia Kubitschek (HJK) levou os trabalhadores a desencadearem um movimento exigindo que a diretoria da unidade estabelecesse uma forma de remuneração mais atrativa à equipe de Enfermagem através do estabelecimento do plantão estratégico em detrimento de horas-extras.

Como a portaria da Fhemig adotou o regime de plantão estratégico para a categoria médica, os trabalhadores da emergência do HJK, reunidos em assembleia no dia 18/04, protestaram e ameaçaram parar caso não tivesse isonomia de tratamento. O problema se agravou no Júlia porque não foi feito um plano de contingenciamento entre o Estado e o município para garantir a manutenção do serviço de emergência para atendimento da epidemia de dengue.

A mobilização e a pressão dos trabalhadores do HJK conseguiram que o Governador publicasse a Portaria que decretou situação de Emergência, o que possibilitou que a diretoria de gestão de pessoas da Fhemig finalmente ampliasse as categorias com direito de fazer o plantão estratégico.

Os trabalhadores do HJK se organizaram em comissão que vai supervisionar as escalas do plantão estratégico para garantir a transparência da designação de profissionais para a jornada especial. A comissão também visa assegurar que os plantões estratégicos sejam prioridade do setor de emergência, como ficou definido na reunião com a Fhemig.

Reunião HJK 1 red

 Ofício enviado ontem (23/04) pela Fhemig ao Sind-Saúde/MG 

OFÍCIO edit

Reunião com a diretora assistencial do HJK no dia 17 de abril

REUNIÃO 17 - 1

REUNIÃO 17 - 2

Assembleia com trabalhadores do setor de Emergência do HJK, no dia 18 de abril 

REUNIÃO DIA 18