Agressão em UAI

Sex, 28 de Dezembro de 2018 20:21 0 COMMENTS
Imprimir

Recepcionista e médica são agredidas em unidade de saúde durante atendimento

21 esmeraldas reunião agressão

No dia da agressão, Sindicato foi à unidade para reunir com trabalhadores(as) e gestão


Depois de caso de agressão, Unidade de Atendimento Imediato (UAI) Teresópolis em Betim passará a ter guarda municipal 24 horas a partir do próximo sábado (29/12). A informação foi repassada pela vereadora Elza. Na última sexta-feira (21/12), uma recepcionista e uma médica da UAI foram agredidas enquanto estavam de plantão. Um usuário de saúde não esperou o atendimento médico, chutou a porta e jogou a mesa da médica para cima. Esse era o primeiro dia de trabalho da médica. No momento da violência a profissional estava em atendimento. Não é a primeira vez que uma cena lamentável como essa acontece na unidade, os(as) servidores(as) relatam uma rotina de violência diária, seja ela verbal ou física. Para o Sind-Saúde Núcleo Regional Betim a questão da segurança pública e a violência nas unidades de saúde tem de ser debatidas afim de traçar outras medidas que assegurem a assistência. O Sindicato e os(as) trabalhadores(as) da unidade acreditam que mais de 90% dos usuários dos serviços de saúde não compactuam com a violência que vêm ocorrendo na saúde.


O Sindicato acompanha o caso e a discussão está sendo feita com intermediações da Comissão de Saúde da Câmara Municipal, da prefeitura, além da própria gerencia da unidade. No dia da agressão os(as) trabalhadores(as) suspenderam o atendimento de entrada e solicitaram a presença do Sindicato. Representantes dos(as) servidores(as) e o Sind-Saúde reuniram-se no local com o gerente da unidade, Franklin, com os vereadores Elza e Elias e membros do Conselho Municipal de Saúde. Após várias solicitações, foi encaminhado para a unidade dois guardas municipais com a garantia que eles iriam ficar até a troca de plantão para dar segurança aos trabalhadores. Além disso, representantes do Sind-Saúde foram à Câmara Municipal, a convite da Comissão de Saúde e da Comissão de Segurança, para estabelecer outros encaminhamentos. Os(as) trabalhadores(as) decidiram em assembleia retomar o atendimento na unidade.

21 esmeraldas reunião agressão 2

Na Câmara, reunião busca propor ações para conter onda de violência  


Foi solicitado também um prazo de 10 dias, contados a partir da reunião do dia 26, um estudo na unidade para ver os locais de vulnerabilidade. Estiveram presentes nessa reunião o Sind -Saúde Núcleo Regional Betim Yara Diniz, os vereadores que fazem parte da Comissão da Saúde vereadora Elza, Elias, Luiz da Conexão, o Secretário de Saúde Guilherme Carvalho, Coordenador da Urgência e Emergência Wesley Vieira, o gerente da Upa Franklin, o presidente do Conselho Municipal de Saúde Augusto Viana, conselheiros dos segmentos de usuários e trabalhadores, servidores da unidade, representantes da guarda patrimonial, Comandante da guarda municipal de Betim e a diretora do Sindicato dos Enfermeiros (SEE/MG) Carolina Brito.